Imagem capa - Papo com especialista | educação na quarentena por Julie Campanholi
Papo com Especialista

Papo com especialista | educação na quarentena


Artigo colaborativo:

Débora Luiza Alves Macedo Cunha

Bacharel em Pedagogia e pós-graduada em Psicopedagogia Clínica. Atualmente atua como professora da rede particular com Educação Infantil. 


Estamos vivendo momentos muito difíceis com a chegada do novo Coronavírus. Os que mais sentem o peso da mudança sem dúvida são os pequenos. Foram privados de ir à escola, de brincar no parquinho, de ver os amigos, abraçar os avós e até de comemorar o próprio aniversário. É nessa hora que surgem muitas dúvidas na cabeça dos pais, principalmente em como manter uma rotina em casa após a pausa das aulas.

Para iniciar uma rotina de estudo em casa, primeiramente é de extrema importância conversar com a criança e explicar tudo o que está acontecendo, mesmo que muitos já estejam acompanhando na TV. O porquê de não sair de casa, de não frequentar a escola entre outras mudanças da rotina do pequeno, utilizando para esse diálogo uma linguagem adequada para a faixa etária da criança. 

Depois da conversa, vocês devem construir juntos a nova rotina, explicando cada atividade e o horário em que vai ocorrer. É ideal que continuem seguindo o horário em que eles já estavam acostumados a realizar determinadas atividades, principalmente as escolares. Se a criança frequentava a escola pela manhã, deve fazer as tarefas escolares no período da manhã e assim sucessivamente. Tudo isso deve ser colocado em um papel para que a criança tenha referência, em texto (caso a criança já leia) ou em imagens, de forma bem lúdica.





Para além da “lição de casa”



O envolvimento da família tem um papel importante no aprendizado da criança, dando continuidade a educação escolar e promovendo o desenvolvimento cognitivo. Há diversas maneiras de estimular o desenvolvimento cognitivo e intelectual além das atividades já enviadas por algumas escolas, principalmente de forma lúdica e criativa. Darei algumas dicas para auxiliar nesse processo. 



Quebra-cabeça: Aumenta a consciência espacial e visual, resolução de problemas, coordenação motora, desenvolvimento social promovendo o jogo cooperativo.


Brincadeiras de adivinhação: Desenvolve a capacidade de abstração, criatividade e concentração.


Contação de história: Promove interação, instiga a imaginação, a capacidade de escutar, dar sequência a fatos e ampliar o vocabulário.




Amarelinha: Desenvolvimento da coordenação motora, controle e ritmo corporal, força muscular, equilíbrio, noção de espaço, sequência numérica, desenvolvimento social, ganhar ou perder.


Culinária: Exercita o trabalho em equipe, capacidade de organização e de seguir orientações, paciência, desenvolve conceitos matemáticos como quantidades e medidas.


Brincadeira com massinha: Desenvolve a coordenação motora, imaginação, criatividade, concentração, estimula a matemática através das cores, formas e texturas. Vocês ainda podem confeccionar a massinha juntos antes de brincar.


Organização dos próprios brinquedos: Estimula concentração, organização e conceitos matemáticos como cor e tamanho.


Brincadeiras com nomes: Estimula o contato com as pessoas que fazem parte da família, reconhecimento das letras e sons. 


Assistir filmes e desenhos infantis: Desenvolve a fala, a escuta e a concentração.


Desenhar: desenvolve o cognitivo, a coordenação, a imaginação, afirma sua personalidade, desenvolve seu senso artístico, expressa emoções, cores, formas e texturas. 





Nostalgia e inovação


Muitas vezes um simples momento entre a criança e a família pode ser essencial. Porque não aproveitar para ensinar brincadeiras da sua época? 

Existem ainda muitas outras brincadeiras além das citadas que desenvolvem o cognitivo, como vivo ou morto, brincadeiras com água, jogos de adivinhação, de tabuleiro e etc. 

As tecnologias como celular, tablet e internet, também podem auxiliar nesse processo quando utilizados de forma adequada, é preciso controlar o tempo para essa utilização e estarem sempre atentos ao que as crianças estão assistindo. 

Vocês ainda podem encontrar muitos blogs, sites e vídeos no youtube com muitas dicas para auxiliar. 

- Site: São Paulo para crianças. – www.saopauloparacriancas.com.br

-  Site: Escola Games - www.escolagames.com.br

- Canal do youtube – Varal de histórias

- Site: Aprendizagem criativa em casa -www.aprendizgemcriativaemcasa.org

- Instagram/facebook – Reaprender para incluir – traz atividades para inclusão. Porém nesse período de quarentena tem trazido atividades para todos. 


Quer compartilhar sua experiência com outros pais? comente aqui embaixo e vamos juntos lutar pela educação das próximas gerações :)